domingo, 30 de junho de 2013

Aniversário de Paulo

O chamo de sr. Paulo. Já o conheço de vista, ha um bom tempo, mas agora tive o privilégio de cobrir um pouco do seu aniversário, a começar pelo futebol, no campo do Boa Vida, hoje pela manhã...
Muita velocidade, garra...muita vontade, certamente, de marcar um gol, afinal, o jogo estava acontecendo em comemoração ao seu aniversário. Acima, a foto que se ver, correndo...verdade, isso era pra valer mesmo! Não saiu nada, digo, gol, então...

 ele tenta mais duro, mas nada...se envolve com um adversário, do momento, vem um parceiro para ajudar, mas nada acontece...


Ele ainda corre atrás...sim atrás mesmo, não se ver bola, ela ia à frente dos dois. Não deu...
até que surge alguém com uma ideia...bonita e aplausível. Não porque pedia, ou melhor combinava
o forjamento de um pênalti. Não, a palavra forjar, nem cabe aqui, por se tratar de querer ajudar a um amigo. Sim, só ajudar ao Paulo a marcar um golzinho, pois o mesmo estava até dizendo...reclamando que ia comprar uma bola, porque ninguém queria lhe passar...

Tudo combinado. Lá próximo ao gol já se podia perceber a tentativa da montagem do pênalti.
...Até que acontece! Uma queda meio assim sem jeito...mas, o juiz marcou! Lá se foi eu, o fotógrafo, que agora narra o acontecido, ia fotografar um pênalti forjado, digo, montado, é mais suave, o montado...

Agora...aruuma... já se podia imaginar os aplausos. Esqueceram que o goleiro tinha que saber.
Lá vai...chute para o gol, ou melhor, para o goleiro. Exatamente: nada de gol, mas, depois de tudo, tudo acabou em sorriso, humor e amizade, o que na realidade vale...

Estamos ainda postando...

sábado, 29 de junho de 2013

Manifestação popular... pra que serve












A Câmara Municipal de Bacabal teve sua galeria cheia de cartazes, com frases de protestos. Lá na frente, palavras de ordem, de um carro de som, se faziam ouvir ...protestos, dentro da mais perfeita ordem. Até que um grupo, representando todos os manifestantes, conseguiu permissão para entrar e conversar com os Vereadores, e depois com o Prefeito.

Colocações bem feitas nas perguntas, garra nas palavras, que pareciam decisivas para arrancar das autoridades, as respostas para a solução dos problemas...tudo parecia tão firme, até surgirem  os argumentos do Prefeito, rebatidos no início mas depois...é, depois, nem tanto.


Nos permitam uma sugestão...

Jovens, os senhores têm nos ombros, o peso da responsabilidade de um futuro mais justo, para todos, quando a justiça, também por parte dos representantes, contemple um povo, que não  cansa de esperar. Mas não de braços cruzados, revindicando o que é seu por direito. Mas, antes escolhendo e não vendendo o direito do poder que a natureza e o Deus da natureza lhe concedeu, quando lhe fez capaz e dono    do seu próprio destino.

Se os senhores perguntarem o que nós, que já não somos tão jovens quanto os senhores, fizemos para o futuro de ontem, que agora se faz presente, a resposta, é que deveríamos ter feito mais, se não fosse a herança da miséria  que nos foi passada, onde a ganância, empurrada, talvez pelo medo ou pela falta de perspectiva, se confunde com a chamada "lei da sobrevivência".  E assim, quando alguém, que tinha toda vontade do mundo, de nos representar com justiça, e até quem sabe, no temor de Deus, ao se deparar com a crise que antes via como solucionável, e agora, também, diante da possibilidade de herdar, talvez um pouco do "reino", que foi oferecido até ao próprio Jesus Cristo, quando satanás: "estás vendo todos aqueles reinos? são meus e eu te dou, se me adorares... 

"Não é tão difícil assim...não vim para consertar o mundo, já encontrei assim", e meus amigos, aqueles escolhidos por mim, para me auxiliarem, concordam e até me animam, quando me dizem: "Deixa que venham as pressões. Estaremos contigo para o que der e vier".

É preciso se preparar, para que os argumentos dos representantes não vença  sem explicar. Verdadeiras solicitações, baseadas no porque da escolha de um representante, baseadas nas responsabilidades dos gestores, eleitos para nos representarem, baseadas nos direitos da comunidade, baseadas no poder de um povo e na decisão de não se corromper, seja pela oferta de empregos...pintados de muitas cores, por fora, sem nenhuma cor ou dignidade por dentro, ou por argumentos e tapinha nas costas, com a sugestão de um cala - boca, não sejam apagadas e nem lameadas, a ponto de se ter nojo de abraçar.

Cabe-nos a decisão de prosseguir ou recuar, e nessa decisão, está a responsabilidade de um futuro, para nós, nossos filhos, netos e uma história, que será contada...de luta ou de covardia.

Escrito por Jeremias ´Fotógrafo e blogueiro

quinta-feira, 27 de junho de 2013

A Delegada da Mulher, de Bacabal, Dra. Ironeide reúne-se com 200 mulheres

Reuniram-se hoje, dia 27 de Junho, no auditório do SESI, em Bacabal, duzentas mulheres, para uma palestra, com a Sra. Delegada da Mulher, Dra. Ironeide. O objetivo da palestra foi o de esclarecer as diversas formas de violências contra a Mulher, e como agir, no momento em vier a acontecer.

Ressaltamos aqui, a participação da Secretaria da Mulher, do município, Secretaria, cuja função principal  é cuidar da mulher, em todas as questões que lhe dizem respeito. 

Vejam algumas fotos:










Click aqui para ouvir a entrevista com
Dra Ironeide

...e aqui com a Secretária da Mulher,
Sra. Doralice Veloso

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Líderes dos manifestantes em Bacabal, conseguiram reunir com vereadores, e depois com o Prefeito


Durante a manifestação em frente à Câmara, foi solicitada a presença dos vereadores e a do Prefeito. O que aconteceu, por parte dos vereadores. Formaram uma comissão, ocuparam o espaço reservado aos vereadores, e na presença da Imprensa, conversaram por aproximadamente uma hora. Logo após, o Prefeito se prontificou a recebê-los. Lá a conversa, recheada de muitos questionamentos se prolongou por mais ou menos 2 horas, encerrando por volta das 23 horas, e com o acerto da comissão representante dos manifestantes, voltarem para acertar detalhes referentes às solicitações feitas ao Prefeito

A Comissão listou aproximadamente 27 solicitações escritas. Dentre as quais foram destacadas, a Saúde, pagamento justo aos funcionários, transporte coletivo-ônibus, sobretudo para o deslocamento dos universitários ao Campus da UFMA, praça de Esqueite, asfaltamento, esgota sanitário e outros

  1. Momento com os Vereadores












Momento com o Prefeito







Sessão da Câmara de Vereadores em Bacabal, em 26 de Junho de 2013

Dezesseis(16) Vereadores, só um, Serafim Reis, não estava presente, e de acordo com a presidenta, Regilda, por motivo de doença. 

Como era previsto, apesar de não ter sido mencionado por nenhum vereador, a passeata , digo, a manifestação, aconteceria. O jogo, na televisão estava acontecendo, inclusive, ao fazer uso da Tribuna, um vereador chegou a comentar, em forma de lamento, que deveriam todos, estarem, naquele momento, assistindo o jogo, que de acordo com o parlamentar, era de muita importância para todos. Tive  a impressão de que haviam combinado ignorar o ato público...até que, ao ouvirem o barulho, alguém já começou a falar sobre, até que ela  já estava na porta, e logo a galeria se encheu de pessoas com cartazes.

E aproveitamos para perguntar aos vereadores, Florêncio Neto, Vereador Erivelton Martins, vereador Gilmar e ao diretor de Patrimônio público, Antônio Moisés

Vejam as entrevistas:
Vereador Erivelton
l

Vereador Florêncio Neto

Vereador Gilmar Reis

Diretor de Patrimônio Público, Moisés

Fotos básicas

Ao iniciar a sessão solene, a sra. Presidenta pede que todos fiquem de pé para que juntos cantassem o Hino Nacional.



Reunião com a Delegada- Convite

A Sra. Delegada da Mulher, em Bacabal, Dra. Ironeide, está convidando a população para uma reunião, que acontecerá amanhã, 5ª Feira, às 19:00 horas, no Auditório do Colégio SESI. Ela quer ter uma conversa com a cidade de Bacabal.

Manifestação popular, porque...


Os governantes, quando ainda em campanha política, fazem suas mais variadas manifestações. Correm atrás do voto, de todas as formas, possíveis e impossíveis. 

Ligam para os conhecidos, organizam reuniões em casa, ruas, associações, oferecem coquetéis, 
patrocinam festas, pegam poeira, comem com o povo da zona rural, abraçam, chamam o dono da casa lá para o quarto, com se fossem eles os donos da casa...oferecem algum dinheiro, e marca uma outra quantia para depois da eleição...

Senhores(a), o que acabei de citar acima, são manifestações, pacíficas, porque estavam correndo atrás de "representar, sobretudo o povo pobre"... receber no lugar do povo, tudo o que o povo receberia: dinheiro para a Saúde Pública, Educação Pública, Cultura Pública, e daí por diante.

É claro, que precisa de um representante. Todos não podem fazer acontecer, então temos no Brasil, um momento para exercer nossa cidadania, de escolher dentre o povo que formamos, um representante. Só que, um dia depois da escolha, alguma coisa já começa a mudar, e nunca mais os discursos do palanque, digo, o prometido no palanque, voltará ser ouvido pelo povo, por parte  do representante, com algumas exceções, o atual  gestor municipal de Bacabal ainda discursa. Quem não sabe, pode pensar que ainda é campanha, mas isso é raro. Então, partindo do princípio da necessidade de se manifestar, o povo também deve fazer as suas, quando o representante não cumpre nada do que disse que cumpriria.

É preciso pedir ao representante, que administre com justiça, sem pegar o que é do povo, e colocar na sua  casa, fazenda ou algo de sua propriedade.

É preciso pedir ao gestor, um minuto do seu tempo. para um pedido, ou uma conversa...de amigo pra amigo, afinal o povo deu a ele, o que, só um amigo daria, um gargo público, com direito de fazer quase tudo, até contra seu povo...os amigos da campanha. 

Que o Senhor Deus nos abençoe!

segunda-feira, 24 de junho de 2013

89 Anos de Raimundo Sérgio

Seu Raimundo Sérgio... Exatamente!  Prefiro seu, do que senhor. principalmente para falar de alguém que conheço, de gestos simples, andando nas ruas, às vezes com uma Bíblia e um gurda chuva, com passos lentos, talvez porque as energias físicas já não o permita mais que passos largos e rápidos faça parte de seus passeios! ou talvez porque, a Sabedoria lhe tenha ensinado, que nos passos curtos e lentos,  está a maior possibilidade de perceber, de ouvir e sentir os cumprimentos dos amigos de idades avançadas, ou de jovens estudantes, em busca de uma informação para um trabalho escolar, ou quem sabe, de alguma informação da Política partidária, ou da Literatura Popular, ou da Literatura dos livros e de poemas,  reconhecidos pelas Academias de Letras, que também reconhecem  a imortalidade dos seus Membros, que não morrem, mas que são transportados para um ponto onde nós, os humanos podemos vê-los, não fisicamente, mas nas obras deixadas ou semeadas, que nascem e renascem todos os dias! Passos lentos, que permitem uma conversa,   algumas estórias, ou história de Bacabal...

São 89 anos! Nenhum assunto, sobretudo quando envolve Bacabal, lhe é desconhecido. Na política partidária, atuou no Legislativo Municipal, chegou a presidir a Câmara de Bacabal, quando ele ainda jovem...não tenho aqui sua biografia, mas não pretendo contar tudo sobre ele, não conheço toda sua família, só alguns filhos, como Dr. Cilas, duas senhoras, que não sei os nomes e o apresentador de televisão, Salomão Duarte, que me falou do aniversário... 

Porque resolvi escrever este simples, mas significativo texto sobre Raimundo Sérgio? já conversei muito com ele...digo, já o escutei muitas vezes, e necessitado como sou, também de conhecimentos, não foram poucas as vezes que parei seu Raimundo, para ouvi-lo. Admiro-o pela disposição de contar tudo o que sabe sobre Bacabal. Creio mesmo, na missão que ele entende ter, de contribuir com com as  pessoas... e assim o faz.

Hoje, dia 24 de Junho, data do seu aniversário, seu Raimundo, de acordo com Salomão, recebeu os filhos e certamente mais pessoas da família para um café. Eu não sei se ele saiu às ruas, para vislumbrar a cidade, que viu recém-nascida e que ajudou a erguer, mas, se não saiu, certamente não foi esquecido pelos amigos...

De Jeremias Fotógrafo

sábado, 22 de junho de 2013

Bacabal comemora os177 Anos de Polícia Militar no Maranhão

Para comemorar o aniversário de 177 anos do PM no Maranhão, o 15º BPM, em Bacabal iniciou com uma solenidade no Quartel, onde contou com a presença de algumas autoridades, como prefeito, alguns vereadores e outras.

O Colégio Militar Tiradentes, Banda Santa Cecília, grupo de Escoteiros, Igreja Presbiteriana e alguns  civis, familiares dos policiais, estiveram presentes.

Ressaltamos aqui, que ao usar o microfone, o Pastor da Igreja Presbiteriana, fez referências às autoridades presentes... com elogios, e comentou sobre as manifestações, que hora se levantam, como sendo algo que jovens estão fazendo, muitas das vezes sem saber se quer, o que estão revindicando...vale interpretar   as palavras  do Pastor: Ele está correto? as pessoas não sabem mesmo o que querem?

O Pastor, em seu discurso falou que jovens, nem
mesmo sabem o que querem...









Festa e Homenagens
Houve entrega de Certificados para Policiais, 
amigos de policiais, colaboradores da polícia, etc.

Vejam algumas fotos