sábado, 28 de abril de 2018

Oficinas de flores artesanais são oferecidas às mulheres que encabeçam as famílias desabrigadas em Bacabal.



A ausência  de meios que conduzem à dignidade, e a carência que atinge a muitos, empurrando -os para uma vida de miséria, tëm certamente a educação precária como motivo. E a atenção que o governo dar, quando essa educação não é observada, funciona apenas como um paliativo, em fun;cão, exatamente da interpretação distorcida dessa atenção.
Em Bacabal/MA, a Secretaria de Assistência Social, que acompanha várias famílias, e dá ênfase às de ''situação de vulnerabilidade'', faz no momento o acompanhamento às famílias que deixaram suas  casas, invadidas pelas águas do rio Mearim, e estão em abrigos improvisados pela prefeitura.

O acompanhamento, que é feito a partir de um levantamento e posteriormente com o cadastro em programas sociais, permite a essas famílias, participar de oficinas. E aqui, mostramos uma oficina, com senhoras do abrigo do Ginásio de esportes da Vila São João. Um mine curso de flores artezanais.

E quanto às crianças das mães, que participam das oficinas, essas tëm aulas de Teatro de Marionetes e  de desenho, e estão acompanhadas de psicólogas e assistentes sociais.

O mini curso, como aqui nos referimos, e que é está sendo destinado, sobretudo às senhoras chefes de família desabrigadas, tem a finalidade de ajudar financeiramente a essas e suas famílias, se colocado em pratica.




























Nenhum comentário:

Postar um comentário