quinta-feira, 30 de maio de 2019

Na ''política'' tudo vale para tapear o povo


O anuncio do corte de verbas para as universidades, feito pelo governo federal, despertou a indignação de professores, de alunos, e de grande parte do povo, que em resposta, foi às ruas em 15 de maio, para protestar. Aí o presidente, que estava nos Estados Unidos, falou em entrevista, que os alunos não sabem uma Regra de 3, que não sabem a Fórmula da água,  que não sabem quanto é 7x8, e chamou todo mundo de  ''idiota, imbecil e massa de manobra''.

E no seu desespero, disse ter recebido uma ''carta'', de uma pessoa que pedia que o povo fosse às ruas para defendê-lo. O que no domingo (26) do mesmo mês, aconteceu. Os simpatizantes do governo fizeram uma manifestação e receberam do presidente muitos elogios.

Já na segunda manifestação dos professores, contra o corte de verbas, o que aconteceu nesta quita (30), foi a vez do ministro da educação (Abraham Weintraub), dizer ter recebido denuncias contra professores, que forçaram alunos a irem às ruas. E o ministro fez ameaças.




Nenhum comentário:

Postar um comentário