domingo, 29 de setembro de 2019

E a ''índia da comitiva do presidente?



Se a civilização humana, ao longo da história tivesse despertado nas pessoas, mais compreensão do que ganância, os índios não estariam sendo expulso de suas terras, e nem uma ''índia'' estaria do lado do opressor do seu povo. 

Na natureza, não vemos a presa a favor do seu predador e contra sua espécie. Porque o predador quer destruir sua presa, e assim, a amizade confiável entre ambos não existe. 

Como pode então uma ''índia'' fazer parte da comitiva de um presidente, que quer acabar com os povos indígenas? Essa ''índia'' está traindo seu povo. E, se ela é mesmo índia, não deveria ser expulsa de sua tribo? Isso, se ele for mesmo índia.

Um dos filhos do presidente falou que, para o Brasil ser respeitado precisa ter poder de guerra. O que quer dizer que, impor medo vale mais do que apelar para o respeito. E agora o presidente, que ganhou a eleição com o discurso do ''bandido bom é bandido morto'', que ofereceu capim aos eleitores do Lula, e que recebeu de muitos desses eleitores o voto, usa o cargo público para manipular tudo o que pode. E os índios, que são os verdadeiros dono desta terra, continuam sendo desrespeitados inclusive por aqueles que foram feitos pelo povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário